sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Obrigado

Julio Machado Vaz apoia a nossa luta: "

"Meu caro Dr. Pedro Namora,

Tenho a certeza que a partir do endereço que nos deixa, os visitantes irão - como eu fui... - ler e apreciar o texto a que se refere, pela importância de que se reveste - trata-se das nossas crianças.

Cordialmente, Júlio Machado Vaz."

Muito obrigado, senhor professor.

14 comentários:

GR disse...

Todos somos importantes nesta luta, necessários para uma simples assinatura.
Porém, uns são Muito necessários. Refiro-me ao Dr. Machado Vaz.

GR

Curiosa disse...

A Júlio Machado Vaz: muito obrigada.

"trata-se das nossas crianças" diz tudo.

A Pedro Namora: agradecer é pouco, pois o seu empenho é inestimável.

Bem-hajam!

amigona avó e a neta princesa disse...

Eu também! Um abraço Pedro...

Laurentina disse...

Pois eu também e desde o primeiro momento, apesar de não passar de mais uma cidadã anónima no meio de cidadãos com poder de decisão.

Fique bem.
E muita força.

bom fim de semana
Beijão grande

O Viriato disse...

"SE NÓS ADULTOS DE HOJE NÃO NOS IMPORTARMOS COM AS CRIANÇAS DE HOJE, NÃO PODEMOS ESPERAR QUE OS ADULTOS DE AMANHÃ (HOJE CRIANÇAS) SE IMPORTEM COM OS IDOSOS DO AMANHÃ (HOJE NÓS)..."

Porque TODOS somos poucos, também postei o assunto no meu www.arguidocasrtense.blogspot.com

saudação

O Viriato disse...

"SE NÓS ADULTOS DE HOJE NÃO NOS IMPORTARMOS COM AS CRIANÇAS DE HOJE, NÃO PODEMOS ESPERAR QUE OS ADULTOS DE AMANHÃ (HOJE CRIANÇAS) SE IMPORTEM COM OS IDOSOS DO AMANHÃ (HOJE NÓS)..."

Porque TODOS somos poucos, também postei o assunto.

saudação

Maria disse...

Qualquer ser humano bem formado apoia esta tua/nossa luta, Pedro...
Gostava tanto que ete apelo chegasse a TODA a gente que se passeia por aqui....

Agradeço a tua sempre pronta disponibilidade para defener as nossas crianças, que serão o futuro deste nosso país.

Um abraço, Pedro

Bolota disse...

Caro Namora,

Depois de – João Figueiredo, secretários de estado, dizer que 21, 81% foi o número encontrado na GREVE GERAL de hoje, custa-me admitir que uma petição, mesmo concordando com ela…nos leve algum lado.

Amigo, se tivermos em conta o tratamento que estão a dar ao assunto Casa Pia, petições??? Eu dava-lhe outro nome…sublevação civil, tão rápida quanto possível.
Esta gente não tem escrúpulos.

Quanto ao Drº Julio Machado Vaz, de acordo consigo


Forçaaaaaaaaaaaaa

Anónimo disse...

É só para lhe deixar um grande abraço reconfortante, para lhe manter a força para esta luta.

clara disse...

A Prof. Doutora Ana Nunes de Almeida, investigadora do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e autora de um estudo sobre maus tratos de crianças, aderiu à nossa petição.


https://www.ics.ul.pt/rd/person/ppgeral.do?idpessoa=7

Anónimo disse...

Não quero ser desmancha prazeres, mas acho a declaração de Júlio Machado Vaz muito ambígua. Estarei a ler mal?

Vasco disse...

É de salutar a declaração do Professor Júlio Machado Vaz que, enquanto figura pública que é, vem demonstrar de uma forma desassombrada que se identifica naturalmente com esta causa, participando de forma activa neste exercício de cidadania.

Que eu me lembre, e perdoem-me se estou enganado, é dos primeiros rostos da cultura nacional que vem demonstrar publicamente a sua indignação subscrevendo agora este documento, não se ficando pelo politicamente correcto.

Surpreende-me sim o aparente silêncio e indiferença de outras tantas caras igualmente respeitáveis que, no nosso passado recente, em defesa de causas nacionais e humanitárias, emprestaram os seus rostos cantando a uma só voz.

Gostava de poder em breve sentir o prazer de ouvir a força dessa melodia colectiva.

Tenho esperança!

Curiosa disse...

Diversos jornais online, não publicam comentários com o link da petição.

Nem mesmo o CM que fez referência à mesma.

Bloqueio dos Sistémicos em acção.

Curiosa disse...

Petição em Prol das Crianças Vítimas de Crimes Sexuais

Até ao momento (21:00 4/12/2007):
1183 assinaturas online
700 assinaturas forma convencional
70 blogues aderentes.

A sociedade civil mexe. A corrente cresce, mas o objectivo mínimo são 4.000 assinaturas. Há que continuar a divulgar.

A todos os que têm colaborado nesta causa, o meu sentido e profundo agradecimento.