segunda-feira, 17 de julho de 2006

Por que mente Teresa Costa Macedo?

A jornalista Felícia Cabrita referiu em tribunal, no passado dia 10 de Julho, que a ex-secretária de Estado da Família Teresa Costa Macedo lhe forneceu, baseada em relatórios dos anos 80, uma lista de figuras públicas implicadas no abuso sexual de menores.
Logo a senhora, sentindo-se acossada pela verdade, veio desmentir a jornalista. Sucede, porém, que estive presente no estúdio da SIC, quando Teresa Costa Macedo entregou à jornalista o papel com o nome de tais personalidades. Por isso, não tenho dúvidas em afirmar: Teresa Costa Macedo mente!

Mas, e esta é a verdadeira questão, por que mente a senhora? A quem serve a mentira? Revisitemos o início do designado processo da Casa Pia e as declarações que a ex-secretária de Estado produziu quando pretendeu surgir como a paladina da luta contra a pedofilia. Dessas declarações resulta claramente que a senhora sempre afirmou conhecer os nomes de alguns criminosos que exibem virtudes publicamente, mas em privado abusam sexualmente de crianças:

1. Ao Expresso de 23 de Novembro de 2002, afirmou que as investigações à Casa Pia poderiam revelar a existência de uma vasta rede de pedofilia. Aparentemente contristada, lamentou na ocasião não ter conseguido, quando exerceu funções governativas, inculpar Carlos Silvino, apesar de este, como admitiu, já estar referenciado como pedófilo. Considerou igualmente que os esforços feitos pela PJ teriam esbarrado então com um muro de indiferença pelo facto de, “haver nomes muito importantes envolvidos” e afirmou, resoluta, que “Carlos (Silvino) era o principal agenciador de crianças para as pessoas ilustres deste país”.
2. Ao Diário de Notícias de 26 de Novembro de 2002, garantiu que o director da PJ, “ é que tem a obrigação de analisar tudo o que aconteceu nestes vinte anos”, porque, segundo asseverou, dispunha de todo o material para investigar e acusar. Referiu saber os nomes dos pedófilos: “Os nomes que sei são os nomes que os meninos deram” e a jornalista acrescenta, “Teresa Costa Macedo também terá visto fotografias e guardado dois relatórios”.
3. Ao Correio da Manhã de 26 de Novembro de 2002, Costa Macedo afirma-se a única pessoa com memória e garante ter em sua posse relatórios que alega ter entregue à PJ e que envolvem “dezenas de homens”. E acrescenta mesmo que, “com excepção do Bibi, de todos aqueles de quem recordo o nome, nenhum deles até hoje respondeu na Justiça”. Segundo o jornal, a ex-governante, disse estar indignada pelo facto de ser a única a recordar-se, entre os antigos titulares de cargos ministeriais, do desaparecimento de várias crianças da Casa Pia por um período de 15 dias. Crianças que posteriormente foram encontradas na casa de um diplomata, no Estoril. Macedo explica que foi a partir deste caso que chegou ao que descreve como “uma grande rede de pedofilia que envolve gente importante do nosso país” e em que Bibi era apenas o angariador de meninos. Afirmou igualmente ter recolhido fotografias em casa do diplomata onde foram encontradas as crianças, nas quais reconhecera um homem, apesar de só ter visto duas fotos, por serem “horríveis”. Por esta altura eu já tinha estado com Teresa Costa Macedo em pelo menos dois canais de televisão e ouvi-a dizer, reiteradamente, que possuía fotos que guardara num cofre cujas chaves não encontrava... E três relatórios, dos quais só entregaria dois por enquanto. De facto, quando foi ouvida na Polícia Judiciária, Teresa Costa Macedo só entregou dois relatórios. Esquecendo igualmente as fotos, nas quais, como afirmou, se reconheciam personalidades diversas.
4. Na edição de 29 de Novembro de 2002, o Jornal de Notícias informa que Costa Macedo recusa revelar os nomes das personalidades envolvidas no escândalo de pedofilia, mas garante que tem um trunfo escondido. Guarda um terceiro relatório, que diz respeito à gestão da Casa Pia e que terá, também, revelações surpreendentes. “Irei torná-lo público quando julgar conveniente”, afirmou então.
5. Em entrevista ao “Euronotícias”, publicada a 29 de Novembro de 2002, declarou surpreendentemente, estar convencida que a rede de pedofilia associada à Casa Pia, “esteve activa até há três dias”. E reafirma ter visto “duas ou três” fotografias de pessoas conhecidas, esclarecendo mesmo que “A primeira tinha um estrangeiro, a segunda duas crianças nuas, com eles completamente nus e uma terceira só com os meninos nus”.
6. No dia 3 de Janeiro de 2003, em declarações ao DN e referindo-se ao que foi encontrado em casa de Jorge Ritto, afirmou: “Na altura, apreenderam-se fotografias, dinheiros, material fotográfico. Deixaram lá a máquina fotográfica”. Desejando saber a jornalista como se referiam os miúdos aos pedófilos, respondeu que “alguns com apelido, que eram os conhecidos, principalmente da comunicação social, e os embaixadores e isso tudo, o senhor francês, o senhor do consulado... O melhor é investigarem quem é que em 1983 estava nos postos e foi imediatamente mandado retornar ao país. Encontram aí muitos diplomatas.”
Afinal, o que pretende TeresaCosta Macedo? Não lhe bastou ter gerido com inaptidão e insensibilidade a Casa Pia de Lisboa, o que significou para centenas de crianças órfãs, a fome, o abandono, os maus tratos e posteriormente a expulsão da instituição que os havia acolhido e até mesmo a morte. Não lhe bastou ter perseguido o mestre Américo? Como evidenciou José António Cerejo, num excelente artigo escrito no Público de 7 de Fevereiro de 2003, Teresa Costa Macedo foi até ao Supremo Tribunal Administrativo para castigar o mestre Américo e só comunicou à Polícia judiciária o que sabia, catorze meses depois do mestre o ter feito e – note-se bem! - cinco meses depois de as crianças terem sido encontradas em casa de Jorge Ritto." A quem protege Teresa Costa Macedo?

13 comentários:

ja disse...

Pedro:
Obrigado por não te calares!!!

Portas de Mertola disse...

Olá Lutador,
Nós por cá todos bem (como se dizia antigamente).
Chegou-me a notícia de que te estás a preparar para um momento importante. Votos de que corra tudo bem.
Abraços!

GR disse...

Se certezas há sobre quem mente, sem dúvida nenhuma é, Teresa Costa Macedo!
Lembro-me perfeitamente (não dá para esquecer) quando rebentou o escândalo Casa Pia, esta senhora aparecer na televisão, com aspecto agitado, bastante aborrecida e arrogante (foi assim que os meus olhos a viram!), ter dito que tinha documentos muito importantes, fotos num cofre fechado (sem chave) envolvendo nomes importantes deste país!
Penso que nestas declarações estaria sozinha, na RTP1 ou SIC?!!!
Esta senhora ao dizer que Felícia Cabrita não fala verdade, está a chamar aos portugueses Mentirosos??? Mostrem todas as filmagens, onde a dita falou!

Sempre questionei,
porque razão tendo (TCM) feito declarações tão importantes e comprometedoras, rapidamente se faz um silêncio sepulcral com a sua pessoa?

Sempre questionei,
porque razão tendo Carlos Mota um papel activo (!!!) com grande implicação neste processo, saiu de cena? Não. É mentira quando se diz que a PJ, não o encontra! A PJ poderá ter muitos defeitos, mas tão incompetente, não acredito que seja!
Cumpre é ordens!

Sempre questionei,
haverá alguma ligação com os filmes que foram entregues nas Escolas do Ensino Básico do nosso país em 1999, a quando do 25º aniversário do 25 de Abril?
Filmes que continham não só ocorrências da Revolução de Abril de 1974 mas, onde introduziram, filmagens pedófilas!
Quem estaria nos filmes? Quem os tem? Desapareceram todos???

Sempre questionei,
como é possível num processo tão mediático e grave, não só a nível nacional como internacional, os órgãos de comunicação social (TV- Jornais e Rádios) não fazerem entrevistas com os protagonistas directos do processo?

Felícia Cabrita e Pedro Namora, são acusados de serem os promotores da abertura do processo CP, de há uns anos a esta parte, tem-se feito silêncio total! Deixaram de existir!
Porquê?
Quem beneficia com o seu silêncio?
Quem se sentirá tão incomodado, com as suas palavras?

A jornalista Felícia Cabrita, à saída de mais um julgamento por escassos segundos fez uma rápida aparição na TV.
Vi nesta profissional de comunicação, um olhar triste, parca de palavras (segredo de justiça, não poderia dizer muito mais!), mas há naquele olhar sofrimento!
Caminhava de cabeça levantada, com convicção, certeza, firmeza e determinação.
Também a esta jornalista a “calaram”!
Onde escreve? Quem a pode ler? Em que canal televisivo a podemos ver trabalhar?
Tanta censura!

Neste momento, entre a dita senhora (TCM) e Felícia Cabrita, a maioria das pessoas acreditam e só, na jornalista Felícia Cabrita!
Acreditam na Verdade!

A minha solidariedade para com todas as vítimas deste infindável processo.
Todo o meu respeito solidário, para com a corajosa e lutadora jornalista Felícia Cabrita.

Para ti Pedro,
Um beijo sempre solidário.

GR

Antonio Balbino Caldeira disse...

Meu Amigo

Teresa Costa Macedo protege-se a ela...

Riky Martin disse...

Pedro, aperta com essa cáfila toda de pedofilos e de quem os protege.
Levanta os cobertores grossos com que eles se escondem.

Cavaleiros do Apocalipse disse...

Mas ó Pedro:
A gente já sabe que a Senhora fez e faz asneiras alé de ser mentirosa...O Pedro foi literalmente "queimado" por este caso: desde o salto para a ribalta televisiva ..até ao enxovalhamento e ameaças...Não está na hora do Pedro dizer um "basta!" e pôr isto tudo nos eixos?...é curisoso q todos tem nomes, todos tem fotos e vídeos e ninguém mostra nada! O Pedro tem filhos..não tem??? Lute por eles!!! Imagine se um dia um deles vai parar a uma instituição destas???

Pedro Namora disse...

Lamentavelmente, não me posso dirigir a si pelo nome, mas permita-me dizer-lhe que o conteúdo do seu comentário me deixou perplexo e indeciso: está a falar a sério ou a fazer humor com a situação? "Não está na hora do Pedro dizer um "basta" e pôr isto tudo nos eixos?..."
Que pretende dizer com isto? De que forma posso eu dizer "Basta!"?. Agradeço-lhe sugestões, porque estou a lutar, praticamente sozinho, há cerca de 4 anos e olhe que não avultam os voluntários...
Alguma vez me ouviu dizer que tenho fotos ou vídeos? Com que direito me fala nos meus filhos? E me diz, presumo que bem intencionada, para lutar por eles, querendo insinuar que não o tenho feito? Sabe o que tem sido a minha vida nestes últimos 4 anos? Acha que tenho lutado pouco?
Se me permite uma sugestão, faça um esforço, que reconheço difícil, para se colocar ao corrente do desenrolar do processo.
Obrigado.

Cavaleiros do Apocalipse disse...

Caro Pedro:
as minhas sinceras desculpas pelo tom "ligieramente" sarcástico com que postei o comentário anterior, mas urge esclarecer as suas dúvidas para que não subsistam:
1 - "admiro-o" sinceramente pela destreza, afoitismo e coragem com que tem gerido toda esta situação...seguramente se houvessem mais Pedros Namora neste país as coisas andariam melhor... ou pelo menos mais claras;
2- Quando falo nos seus filhos é porque eu também os tenho e por os ter é que muitas vezes me pergunto o que será deles se um dia houver um "azar" e forem parar a uma "casa pia"??... não pretendia violar nenhum direito dos seus filhos mas antes estimulá-lo a debater-se por eles ..ainda mais e sempre!
3- quanto ao esforço para acompanhar o processo, como você diz "dificil"..eu digo-lhe: deixei de acreditar no processo há muito...já deu para ver em que meandros este se encontra e como se diz na minha terra: "quanto mais se mexe na M**** pior ela cheira!". Se tiver que optar entre a Lei e a Justiça, eu opto pela justiça e sei que seguramente aqui ela não se vai fazer.....
4- quanto ao esforço que tem feito presto-lhe a devida homenagem e reverencia por tudo o que passou...acredite que isto é um estímulo e um alento.
Um abraço...um pedido formal de desculpas e ..não desanime!

GR disse...

Várias vezes foi mencionado neste blog as atrocidades psicológicas feitas não só ao Pedro, mas também à jornalista Felícia Cabrita, Dr. António Caldeira (do Portugal Profundo), Dr. Pedro Strecht, Mestre Américo, Dr.ª Catalina Pestana, ao jornalista Joaquim Vieira (da extinta GR) à Manuela Moura Guedes (afastada de pivot), e mais alguns nomes. Uns mais de que outros todos foram molestados. Uns porque sabem demais, outros, porque não se calaram!
É difícil não desanimar!
Quatro anos de pressões, desgostos, contrariedades.
Quatro anos de luta diária, num silêncio cheio de sons estridentes.
Quatro anos a tentar induzir-nos “que as crianças mentem”!
Quando na realidade sabemos, porque é verdade, “A DOR DAS CRIANÇAS NÃO MENTE”!
Tão poucas pessoas “deram/dão a cara” porque ninguém quis dar «o salto para a ribalta televisiva», não estamos num desses concursos acéfalos televisivos, vistos por acéfalos espectadores!
É difícil não desanimar!
« deixei de acreditar no processo há muito...já deu para ver em que meandros este se encontra e como se diz na minha terra: "quanto mais se mexe na M**** pior ela cheira!". Se tiver que optar entre a Lei e a Justiça, eu opto pela justiça e sei que seguramente aqui ela não se vai fazer.....»
Se tivermos um doente em casa deixá-lo morrer? Se não irá melhorar?!!!
Quanto mais se “mexer”, quanto mais s falar, mais esclarecimento haverá, para o apuramento da verdade! Para que jamais volte acontecer!
Neste blog muito apelativo lê-se:” VALE A PENA LUTAR!”
É assim que a “Cavaleiros do Apocalipse” incentiva, luta, alimenta a esperança? Entre o aligeiramento e a provocação há, uma ténue distância!
Muita coisa foi feita! Tanta está por fazer!

Como tão bem o “Portas de Mértola” te chamou Pedro, Lutador!
“Isto vai meu amigo, isto vai!”
A Luta Continua!
VALE A PENA LUTAR!

GR

Cavaleiros do Apocalipse disse...

Caro "GR",...neste sítio de comentários já reparei que existe muita sensibilidade por aquilo que digo e que estão a reagir proactivamente!!!Porra!!!! Eu sou contra pedófilos e toda a casta de individuos que tem essa práticas violadoras...chiça!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Eu sou e serei apoiante de Pedro Namora e admiro-o". Quando eu digo:
"quanto mais se mexe na M**** pior ela cheira!". Se tiver que optar entre a Lei e a Justiça, eu opto pela justiça e sei que seguramente aqui ela não se vai fazer.....»...ao que o "GR" responde:
Se tivermos um doente em casa deixá-lo morrer? Se não irá melhorar?!!!
Que fique CLARO: a m**** que eu refiro é a do processo e do descrédito que ele tem na opinião pública em geral...eu estou a FALAR NA JUSTIÇA...NÃO ESTOU A FALAR EM DEIXAR DE DENUNCIAR AS SITUAÇÕES E O ASSUNTO...por alguma razão eu refiro o caso "Farfalha" que já foi julgado.....será que isso é crime e gera tão maus entendidos?????? Mas que raio??? Chama isto o "GR" de liberadde de Expressão ou de deturpação??????

zemanel disse...

PEDRO,
a tua luta é também a Nossa luta!
Por um país onde as crianças sejam dignificadas e palavra justiça não seja uma palavra vã!
A estrtégia deles é clara!
Ontem um dos advogados de um dos senhores arguidos, falou tão serenamente, tão serenamente, nos limites da natureza humana, no quanto aprendera neste prcesso sobre a natureza humana...Enfim em 15 segundos(!!!) de entrevista conseguiu no meio desta conversa falar 4 ou 5 vezes em dúvida, dúvida, dúvidas...
É fácil perceber a estratégia, perante o tribunal, não é?
Nós é que ficamos sem dúvidas!
Força Camarada Pedro!
Força Gansos!

Maria disse...

Caro Pedro
Tenho hesitado nestes últimos dias comentar o teu post. Porque me dói.
Porque me dói a dor das crianças. Porque me dói a justiça que (não) temos.
Porque me dói o governo que não nos governa. Porque me dói o país que temos.
Porque já me dói, e cada vez mais, a oportunidade de um Abril diferente.
Mas cá vai. Só uma palavra de incentivo, a ti, à Catalina, à Felícia. Para
que não se calem. Para que não desistam. Para que arranjem forças não sei
bem onde para continuarem. Porque, vocês sim, têm o apoio e o carinho de
todos nós. Pela força que têm. Pela força que têm de continuar a ter...
Em ti, três abraços.
Vale a pena lutar!

Anónimo disse...

Senhor Pedro Namora vi agora a sua entrevista na sic noticias e tomei conhecimento da existência deste blog e resolvi vir aqui deixar-lhe umas palavras. Primeiro, fiquei muito feliz em saber que João Braga foi condenado pela sua difamação. Achei as palavras desse suposto senhor, simplesmente, nojentas. Segundo, há uns dias enviei um email de descontentamento para com o sic 10 horas por ter promovido uma sessão de aplausos a Carlos Cruz. Não é a primeira vez que esse programa toma essa aitude, devido à amizade que liga as pessoas desse programa com o suspeito. Como amigos têm o direito de acreditar na sua inocência, mas acho inacreditável que usem um programa para transmitir apoio a uma pessoa que pode ser culpada de um crime tão hediondo e nunca tenham pedido uma salva de palmas pelos alunos abusados da casa pia e não manifestem o seu apoio a essas crianças que tanto sofreram. Não se cale nunca. Eu não esqueço este caso e espero que um dia se faça alguma justiça. Obrigada.

Ana Ferreira