quinta-feira, 18 de maio de 2006


Mãe e os seus filhos,
quadro do pintor francês William-Adolphe Bouguereau.

3 comentários:

escrevi disse...

Não conhecia o pintor, cofesso a minha ignorância, mas é realmente muito bonito e cheio de ternura.

Um beijo.

GR disse...

É assim que vemos a nossa Mãe.
Serena, protectora, sempre tão bela!
A Mãe não tem hora, está sempre disponível.
A Mãe é a cura para todas as nossas doenças, basta o seu olhar, a sua mão, já passou a dor!
A Mãe é a que diz não, mas o sim vem logo a seguir.
A Mãe sente connosco a alegria e a dor, do nosso primeiro amor!
A Mãe nunca fica doente!
A Mãe em tudo que mexe deixa o seu aroma a violeta!
A Mãe cuida, acolhe, alimenta os nossos sonhos!
A Mãe protege,aquece, acarinha-nos!
A Mãe nunca fica doente!
A Mãe nunca morre!
Saímos de dentro dela,
A Mãe ficará para sempre dentro de nós!

Pedro,
Belíssimo quadro!
Sempre a extrema sensibilidade, para com a Mãe!

Um bj,

GR

Portas de Mertola disse...

Por vezes o silencio encerra mil palavras, que outras tantas vozes nunca poderão calar.

Abraços!