terça-feira, 11 de abril de 2006

A não perder

O TIGRE E A NEVE, o mais recente trabalho de Benigni, é um filme belíssimo: amor, amizade e denúcia da barbárie que os americanos e respectivos sequazes prolongam no Iraque, tudo conduzido por um humor que de tão puro enternece, nos faz sentir o profundo humanismo do cineasta
Roberto Benigni possui o dom de tornar belo tudo aquilo em que toca com o seu imenso talento. Depois de A VIDA É BELA, o autor persiste na luta pela Paz e, corajoso, ridiculariza os falcões da guerra mostrando a única arma de destruição que encontrou no Iraque: um útil mata-moscas.
Prevejo que os americanos, que dominam também o mercado cinematográfico mundial, dificultem a destribuição e divulgação deste monumento anti-bélico, deste hino à Paz. Pelo que nos cabe difundir esta corajosa tomada de posição.

2 comentários:

GR disse...

A temática nos filmes de Benigni, poderá dizer-se, “o amor e a Paz sobrepõem-se à guerra”! Holocausto (A Vida é Bela), Guerra do Iraque (O Tigre e a Neve), problemas sociais (O Monstro).
Há nos seus filmes o dramatismo de um período de inquietação que perturbou, afectou o mundo. Benigni tem sempre uma palavra de solidariedade, o respeito pela amizade, de esperança, de alegria.
Alegria, que ele tão bem a sabe utilizar, com o seu humor. O filme (seja ele qual for) coloca o espectador entre um sentimento de grande comoção e o cómico. O nosso íntimo fica perturbado! Imagens belíssimas, frases poéticas e sempre a mensagem critica da guerra!
Penso mesmo que é um filme que incomodará não só a América, mas também todos os governos que apoiaram a guerra desumana no Iraque.

Já agora bem ao estilo americano, os actores têm de ser altos, se possível louros, olhos azuis, numa só palavra sexis! Roberto Benigni, é antagónico a este estereótipo de actor, não só fisicamente como também intelectualmente.
Contudo, não deixa de ser romântico, doce e terno!

Pedro,
Fazes boas escolhas cinematográficas!
Sempre com uma mensagem de Paz, Amizade e Amor!
Só possível aos Homens de Bem!

Um beijo,

GR

zemanel disse...

O filme da minha vida é o " a vida é bela". Será que Benigni vai detroner Benigni? Estou ansioso para ver o filme.