domingo, 9 de abril de 2006

A Nina


A Nina teve três filhotes, há cerca de duas semanas e na falta de melhor, escolheu o sofá da sala para parir . O primeiro nasceu no dia 23 de Março, e os outros dois apenas no dia seguinte. A Nina é uma gata jovem, mas apesar disso, tem-se esmerado no tratamento dos filhotes. Tem sido enternecedor acompanhar o crescimento das crias sob a supervisão da mamã.

3 comentários:

Sérgio Ribeiro disse...

Aqui por casa viveram-se tempos desses, enternecedores, com a Justine, de quem a Zé foi parteira de 5 gatinhos.
São verdadeiras lições... de maternidade, de pedagogia.
Como é que os teus miudos acompanham esses momentos?
Grande abraço para toda a família!...

GR disse...

«Um cão, eu sempre disse, é prosa;
Um gato é um poema.»
Jean Burden

Pedro,

Mas que linda família!
A ternura que a Nina tem para os filhotes!
São uns bebés lindos!
São momentos de grande ternura!
Não posso ter a tua sorte!
Tenho uma “prosa” em casa que detesta “poesia”!!!
O Mounti, já sabe?

Muitas felicidades para os quatro!

ANA GRALHEIRO disse...

Toda a maternidade é fascinante!
Sempre tive gatos, mas agora infelizmente não os posso ter porque a minha filha é alérgica.
Em S.Pedro do Sul, na casa dos meus pais, assisti ao parto de uma gata. Fiquei deslumbrada!
Hoje tenho uma cadela, que me dá imensas alegrias... porque é peta!