quinta-feira, 25 de outubro de 2007

8 meses de tanta saudade

A caminho da praia deu a mão ao neto e recuou ao seu tempo de menino.
Não se recordava de ter sido criança. Nem um afago, nem uma brincadeira. Apenas a dureza do ofício de padeiro.

Apertou a mão do neto.

Antes da padaria, as planícies alentejanas marcaram-lhe o carácter com a dureza da jorna e a míngua de pão. Depois foi a guerra, os ferimentos e o campo de concentração. Já em liberdade e regressado ao País, a dura labuta para criar dois filhos.

Pegou no neto ao colo.

Lembrou Soeiro, Redol e Manuel da Fonseca. Depois de Abril aderiu ao Partido e fez tanta vida nova brotar das mãos calejadas que a felicidade lhe estampou o rosto solidário para sempre. Abençoado tempo novo!

Beijou o neto.

Quando este lhe perguntou por que chorava, deu-lhe outro beijo e exclamou: É tão bonita a praia, meu amor!

21 comentários:

sr disse...

É tão sentido, tão belo o texto, meu camarada e amigo!
Obrigado por ele. Apesar de me ter feito sentir, de novo e mais, a falta de um neto, de alguém que, passados meses de ausência da minha mão na mão dele, ele se recorde de mim e me continue...

Antuã disse...

Junto àpraia, olhando a extensão do mar, é bom sonhar que um mundo novo é possíbel. Porém, nada cai do céu. Lutar é preciso mesmo quando as perseguições se intensificam. Que o digam alguns dirigentes associativos de organizações de pessoas com deficiência como, por exemplo, o meu caso e de outros colegas.

GR disse...

Belíssima e comovente manifestação de saudade!
É bom ser recordado com tanta amor e sensibilidade.

Um grande bj,

GR

josé manangão disse...

Pedro.
Será que estás a preparar-te para algo mais que estes belos textos?
Oxalá!!!!
Um abraço
josé manangão

zemanel disse...

Chiça Pedro!
Esmaga-nos com textos como este.
De simplicidade e ternura.
Chiça Pedro!
queremos mais - escreves-nos um livro?
Um abraço fraterno
zé manel

Inês Afonso disse...

A saudade é dos sofrimentos mais terriveis que se podem ter!Quando aquele que amamos desaparece,o mundo cai e andar para a frente torna-se um martirio quase fisíco.Quando o ser amado desaparece,o choque paralisa-nos e entorpece-nos,deixa-nos perplexos,como se "aquilo" estivesse a acontecer a outro qualquer,que não a nós.Depois...depois vem o dia-a-dia.A falta dos olhos,do abraço,da gargalhada,do carinho,da compreensão...É quando nos apercebemos da dimensão de perca,da dimensão da dor,e essa falta terrível a que os portugueses deram o nome de saudade,instala-se na nossa vida,na nossa pele,no nosso cabelo,na nossa alma de uma tal maneira que respirar torna-se um acto verdadeiramente heróico!Mas a terra continua a girar e todos os dias nasce um dia novo!Devagar,quase imperceptivelmente,aquela dor terrivel que o simples acordar nos provoca,vai-se atenuando...E um dia(abençoado dia quando finalmente chega)damos por nós a sorrir ao lembrar o sorriso amado,e nesse dia respira-se mais fácilmente,sem aquela dor insuportável e cortante!E agradecemos,por têr tido o previlégio de conhecer esse ser magnifico que antes de desaparecer nos encheu o coração de amor!E voltamos a reparar no azul do mar,no piar dos pássaros,no sol quente,na chuva miudinha,na brisa de Outono,no cheiro da terra molhada...E abençoamos aquele sentimento magnifico que não nos deixa esquecer o que partiu:a saudade.
Oito meses,camarada? Ainda vais ter muito para andar,muitas noites para acordar com o coração a sangrar,muitos dias sem sentir a brisa de Outono ou o sol quente!Um abraço,Pedro.

Anónimo disse...

Força...sempre!!!

Anónimo disse...

Caro Pedro, estou a vê-lo neste momento na SIC Notícias a dar a cara mais uma vez contra os malditos predadores! É preciso coragem que só um HOMEM como você tem...Força e muito sucesso nesta luta desigual é aquilo que lhe desejo até que se faça justiça humana...

© CAMERAMAN METALICO disse...

Amigo, abomino a pedofilia e estou consigo nesta luta. Nunca mais nos livramos desta praga que nos estraga a juventude...
Continue a lutar, o país precisava de mais homens como você... saudações - CM

rui fonseca disse...

Caro Pedro Namora, chamo-me Rui Fonseca vivo no Barreiro e acabei mesmo agora de o ver e ouvir na SIC noticias, e fiquei a saber da existencia deste blog, e não posso deixar passar a oportunidade de lhe dizer: Continue com a sua força a defender o que tem defendido até agora! Não tenho muito jeito para as palavras, por isso digo-lhe apenas que tenho imenso apreço pela sua luta contra a pedofilia". Um grande abraço, rui

pinto simões disse...

Muito mais que oito meses,setecentos e vinte já feitos,ainda sinto saudades daquela mão enorme,habituada a levantar sacos de cem quilos de farinha.Era a mão do meu pai na qual eu pousava a minha,confiante e contente,a caminho do Jardim da Estrêla,para disfarçar,porque o destino era invariavelmente a casa de um camarada para mais uma reunião.Obrigado por reavivares essa saudade.
Um abraço solidário.
pinto simões

Pedro disse...

Vi-o há pouco no jornal da SIC Notícias. Cada vez mais admiro a sua coragem e determinação em levar de vencida esta máfia corrupta e nojenta que governa o país. Não partilho das suas convicções políticas mas a defesa das crianças e dos jovens não tem cor nem fronteiras (ou não devia ter!). Serei apenas mais um a prestar-lhe tributo por tudo quanto tem feito e quiçá arriscando a vida em prol de tantos e tantos jovens abusados e maltratados. Foi, é evidente a sua raiva, mas ao mesmo tempo uma quase sensação de impotência para levar de vencida a causa que defende e ter de lutar contra tão poderosos obstáculos. Mas por favor não desista, pelas nossas crianças, pelos nossos jovens, dos nossos filhos. Faço minha a sua raiva pois fez-me chorar de emoção ao assistir à sua entrevista. Continue. Deve saber muito do que se passa, só é pena que Portugal seja governado por gente sem escrúpulos. Que falta nos faz um Baltazar Garzón.

Anónimo disse...

Vi com atenção a sua entrevista na SIC... parabéns!
PS: Falou, indirectamente, em jornalistas e colunistas, os impunes... mui bueno

Maria disse...

Muito comovente este texto, Pedro... e tão sentido...

Deixo-te um enorme abraço

GR disse...

Hoje (27.10) assistimos (SICn) e lemos (CM), a um momento raro de grande Coragem, Frontalidade, Determinação, Honestidade e Verdade.

Olhou de frente sem medo, sabendo o perigo que corre!
Olhou de frente para as Vitimas, para os responsáveis, os pedófilos, arguidos, para a Rede, para o cidadão comum, deixando uma mensagem; “Apoiem as crianças vítimas do processo Casa Pia”, “Protejam todas as nossas crianças do perigo da pedofilia”, “Faça-se Justiça!”

Olhou de frente sem medo! respondendo a todas as perguntas com grande lucidez e conhecimento profundo.
Olhou de frente e agradecido enalteceu o Mestre Américo, Drª Catalina Pestana, de uma forma espontânea, como só quem sabe o que é a Solidariedade o sabe fazer!
Estivemos perante um Homem Solidário, sem medo do perigo que corre, ele sabe que o perigo é grande, como todos nós o sabemos! Os cidadãos estão cientes que toda a responsabilidade recai sobre o Estado Português, por algo que lhe possa acontecer!

Para todos que muito tem lutado contra a Rede pedófila, um Polvo que com os seus tentáculos, vai tentando destruir, o meu/nosso reconhecimento com o mais profundo respeito e toda a solidariedade.

Pedro Namora,
Um Homem grande! tão grande como a sua Coragem e Vontade!

Pedro,
O meu/nosso, muito obrigada, temos muito orgulho em ti!

Vale a Pena Lutar!

GR

Correio da Manhã (entrevista)

http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=263459&idselect=10&idCanal=10&p=200

não consigo ver o video da SICn Jornal da Tarde (19h - 27.10)

josé disse...

Nunca desista vá sempre em frente!!Eu sei que nos tempos que correm não ha lugar para herois.Mas se ninguem tiver coragem de fazer algo não sei onde iremos parar.Gostaria imenso que o senhor publicasse a sua entrevista no seu blog,pois assim mais portugueses teriam acesso ás suas palavras.Pode crer que a maioria dos portugueses o apoiarão.Compreendo que o senhor não saiba a quem se dirigir,pois os tentaculos do polvo cada vez são maiores.
Um abraço

José Alves

tripeira disse...

Somos da mesma geração. Desde o despoletar do horrendo e repugnável caso de pedofilia da Casa Pia, sigo atentamente as suas acções através da Comunicação Social e só tenho uma palavra a dizer-lhe, você é um GRANDE HOMEM!! Admiro a sua coragem, a sua determinação, a sua "luta" em defender as nossas crianças/jovens dos predadores energúmes! Vi a sua última entrevista na Sic Noticias e fiquei extremamente chocada com aquilo que ouvi da sua boca, acredito em si e estou cada vez mais desacreditada no sistema da nossa Justiça... continua-se a relegar a segurança, a protecção das nossas crianças, assiste-se à impunidade dos criminosos e à sua vitimização! Revoltante!!! Espero que vozes como a sua JAMAIS se calem e espero que outros/as lhe sigam o exemplo. Não desista da causa tão nobre que é a defesa de crianças e jovens indefesos, estou consigo. Bem Haja. Cumprimentos

© CAMERAMAN METALICO disse...

Se quiser envie-me os nomes dos que vão buscar as crianças... mesmo os que diz que já prescreveram... se um dia os vir na rua quero olha-los nos olhos e chamar-lhes "filhos da puta"...
metalcamera@gmail.com

Não sou do PC mas apoio a CDU...
grande abraço e nunca desista! CM

Orlando Gonçalves disse...

Pedro

Conheço-te há muitos anos de quando entramos para a JCP ainda muito jovens, mas já nessa altura mostravas ser um jovem muito atento ao mundo que te rodeava e com muita consciência em termos socias.
Vi a tua entrevista na Sic Noticias e cada vez mais te admiro, pela tua coragem, pelo teu não desistir, por uma coisa muita importante que dizes, o facto de não queres partidarizar o problema da Casa Pia (isso era o que eles queriam).
Pedro continua a lutar, sei que não vais desistir, apesar de te fazerem a vida negra e tentarem ao maximo fazer-te inventar coisas a teu respeito e tudo o mais. Nós não desistimos NUNCA porque temos coragem. Fico com muito orgulho de te conhecer e saber o homem integro e honesto que és.
Camarada continua a desafiar essa corja de tubarões que não passam de uns vermes, e aos vernes nós esmagamos com os pés.As crianças não só da Casa Pia mas as crianças em geral ficarão eternamente gratas por ter alguêm que lute por elas.
Um grande e forte abraço deste teu camarada,
Orlando Gonçalves
P.S.: Para quando a edição de um livro de contos, já que escreves tão bem, e sencibilidade não te falta.

fotógrafa disse...

Momento belo de poesia...toca o nosso coração,obrigada por este momento

Anónimo disse...

Obrigado, Pedro,por tanta ternura
Al Lisboa