quinta-feira, 10 de agosto de 2006

A raiva retira-lhes o verniz democrático

João Carlos Ferraz Espinho ficou zangado com um comentário que produzi em resposta a um seu comentário neste blogue e passou a privilegiar-me com a sua atenção. A tal ponto que, zeloso, descobriu e logo tratou de divulgar - o que agradeço! - como se fosse crime, uma mensagem de solidariedade que enviei ao povo cubano.
"Pedro Namora escreve no Granma (órgão oficial do Comité Central do Partido Comunista de Cuba) a seguinte mensagem:
" Queridos camaradas,Soy militante del Partido Comunista Portugués y amo profundamente la Revolución Cubana, patrimonio indestructible de la Humanidad. Quiero, en mi nombre y en este de mi familia, desear la lista recuperación de nuestro Comandante Fidel Castro. Quiero, también, garantizar que somos muchos millares lo que, en Portugal, estamos listos para defender a Cuba contra los nazis conducidos por esta siniestra figura de nombre Bush. ¡La lucha continua!¡Viva la Revolución Cubana!José Pedro Namora "
Está na hora de fazer uma subscrição pública. O bilhete de ida até nem deve ser muito caro. Ou será que PN vai voluntariamente para a ilha dos seus encantos? "
Assim se vê como são democratas estes meninos. E este trauliteiro é deputado municipal do PSD em Beja. Imagine-se o nível dos restantes… Fossem outros os tempos e lá estaria eu nas mãos dos esbirros que na altura não necessitavam de realizar subscrições públicas.
A luta continua! CUBA vencerá!

15 comentários:

nikonman disse...

Ahahahahahah! Você anda um bocado baralhado. Ou envernizado. Há-de me dizer porque é que você é mais democrata do que eu. Porque você é comunista e eu não sou? Porque você defende os regimes totalitários e eu não? Acredito que a minha voz há muito estaria silenciada se fosse você e os do seu Partido a governar este País. Como quiseram fazer durante o PREC!
Não admitem uma crítica, ficam logo envernizados. Haja paciência!
E vá chamar trauliteiro aos da sua laia.

Hugo disse...

Caro Pedro,

Este tipo de provocação já nos começa a habituar!

Afinal, á falta de argumentos válidos que contraponham aqueles que defendem esta cuba revolucionária, vale tudo. Eles é ofensas, eles é demagogia, eles é mentiras.

Mas volto aqui a afirmar, não julguem que é por ai que vencem esta batalha!

Pelo contrário, nós que defendemos cuba e a sua revolução, reagimos com determinação e sem medo!

Continuare-mos a escrever e a dizer para todos lerem e ouvirem que estamos com esta Revolução, que estamos com o Povo Cubano, que estamos com El Comandante Fídel!

CUBA VENCERÀ!

GR disse...

O problema deles, é não conseguirem ser como, Pedro Namora!
Um homem de bem, digno intelectual, militante comunista, solidário de causas nobres, um resistente, honesto, trabalhador, coerente, corajoso, com grande verticalidade, educado, inteligente, sensível, defensor de causas justas, um lutador!
Escrevendo com uma grande profundidade, (dou como exemplo a belíssima mensagem solidária a Fidel) assim como tantos outros textos e o magnífico livro!
Amigo do seu amigo, não são dezenas que tem, são milhares de Amigos!

Pedro,
Camarada e Amigo,
Comovi-me com a tua mensagem ao Granma, para Fidel.
É imprescindível este blog! Aprendemos tanto com as tuas palavras!
Tenho muito orgulho por sermos, Camaradas e Amigos!
Obrigado!
A Luta Continua!
Bjs, sempre solidários,

GR

Dijambura disse...

Depois são os comunistas que têm comportamentos extremistas e inconcebíveis... acho uma piada!

Maria disse...

vjCaro Pedro
Se o snr. João Espinho se der ao trabalho, pode procurar na net os vários abaixo-assinados que existem desejando as melhores do Comandante Fidel, e certamente encontrará muitos e muitos portugueses. Porque o que dói ao snr. Espinho não é que tenhas enviado a mensagem ao Granma, mas sim o verdadeiro espinho que ele tem atravessado porque AINDA NÃO É DESTA!!!
Viva a Revolução Cubana!
Viva Fidel!

Funes, o memorioso disse...

Meus caros amigos,
Os vossos sentimentos até podem ser nobres e são seguramente. Para lá disso, vocês estão, objectivamente, a apoiar um ditador e uma ditadura que nada nem niguém pode honestamente recomendar.
E dizer isto não faz de mim um apoiante de Bush.

Maria disse...

Caro Pedro
Os posts de nikonman e de funes o memorioso, não estando no mesmo saco, são mistura para o mesmo pão.
Para além de serem pérolas da literatura!
Um abraço

a.castro disse...

Falar em "regimes totalitários", nos tempos que correm, é de rir à gargalhada. Há muito que os tempos são outros (e os Pink Floyd que o digam), mas as ideologias não acabam. Onde é que se pode assinar por Fidel?...
Nota: Uma vez desmembrada a URSS, os senhores do Mundo ficaram mais aliviados!.. Leia tudo aqui, links, sublinks e comentários. Estes são os "democratas", à cabeça o mais estúpido de todos - Bush. Link.

Maria disse...

Oh Pedro, desculpa lá mas não resisto! então eles (Blair e Bush) sabiam disto tudo - possíveis atentados em voos de Londres para os EEUU - desde domingo passado, e o Blair estava e continua de férias nas caraíbas? Um 1º ministro? De um país "ameaçado"?
Esta encenação faz-me lembrar as armas de destruição massiva no Iraque!!! Lembram-se? Quanto tempo foi preciso para os EEUU admitirem que tinham errado?
Não sei porquê, mas parece-me que a questão do Irão tem "algo a ver com isto"...
Qual será o próximo capítulo?
E o Blair continua nas caraíbas... Que irresponsabilidade, meus amigos!

GR disse...

Qual dos países, vive em ditadura?

A ditadura de Cuba,
Cuba - o sistema de ensino é gratuito.
Cuba – Cultura é uma exigência, um espaço de liberdade e participação.
Cuba – o analfabetismo é muito baixo.
Cuba – saúde é gratuita.
Cuba – melhores médico em área como, oftalmologia, fisioterapia, dermatologia (conheço casos concretos)
Cuba – Há trabalho para todos!
Cuba – bloqueio de 50 anos.
Cuba – Criança é, protegida e respeitada.
Cuba – Mulher - mulheres h´s 66,1% de profissionais e técnicas do nível médio.
Cuba – jovens são incentivado para o ensino, cultura e desporto.

Democracia de Portugal
Portugal – sistema de ensino é pago.
Portugal – cultura, pouca, cara e só para alguns!
Portugal – A taxa de analfabetos é muito alta, não falando das pessoas que só sabem assinar o seu nome, refiro-me a jovens de vinte e poucos anos!
Portugal – saúde, quem não tiver dinheiro morre!
Portugal – Desemprego para quase todos!
Portugal – Subsídios de milhões! Obra é que não se vê!
Portugal – Criança é, vítima de maus-tratos, violação, fome
Portugal - Mulher – é explorada, discriminada, mal tratada.
Portugal – Jovem é incentivado, para o desemprego, depressão, letargia e droga.

Portugal é o meu país que tanto gosto e tanto me entristece.
Portugal é um país repressivo, sem liberdade de expressão, os comunistas não podem aparecer na televisão, nem jornais e rádios! São os primeiros a irem para o desemprego.
Cartaz de propaganda do PCP, em algumas localidades é, proibida.
As crianças vítimas de maus-tratos e de pedofilia, são achincalhadas.
Os defensores molestados, despedidos e desprezados, pelo governo e “afins”.
A corrupção é altíssima! A criminalidade também o é!
Somos um país onde diariamente, perdemos Soberania Nacional.
Estamos entregues a partidos de direita, PS-PSD e CDS, de democratas nada têm.
Hoje Portugal é um país pobre, inculto e submisso ao serviço de países fascistas e assassinos!
Tanto mais se poderia dizer!
Afinal qual dos países, vive em ditadura?

GR

Funes, o memorioso disse...

Caro a.castro,

Embora eu tivesse falado em "ditador" e "ditadura" e não em "regimes totalitários", senti-me visado nas suas palavras e por isso peço licença para esclarecer duas coisas:
1- Não sou democrata e nunca disse que o era;
2- O meu problema não é de democracia. É de liberdade. Neste blog (e quantos outros se quiser) há dezenas (centenas? milhares?) de pessoas a manifestar o seu apoio a Fidel Castro, no exercício pleno do seu mais elementar direito.
Podem os cubanos que o desejem, fazer blogues em Cuba, a dizerem de Castro o que aqui (com toda a razão, de resto) dia a Maria de Blair e de Bush?
É este, e só este, o problema.
Para lá dele, estamos de acordo numa coisa: a substituição do poder de Castro pelo poder dos exilidados de Miami não vai aumentar a felicidade global do povo cubano.

Maria disse...

Subscrevo o post de gr, com uma nota: num estudo realizado recentemente por uma organização internacional sobre o analfabetismo entre as mulheres no mundo, Cuba é o único país que tem ZERO mulheres analfabetas. Foi dito em todas as televisões deste país.
Referindo-me a funes, o memorioso, não era preciso afirmar que não é democrata. Já tínhamos percebido. O que funes, o memorioso, desconhece, é que a liberdade está intrinsecamente ligada à democracia e vice versa. E que a liberdade de funes, o memorioso, acaba exactamente quando começa a interferir com a nossa. e não falemos em conceito de democracia nem conceito de liberdade porque este espaço não é para isso. Os livros ensinam tudo e a experiência da vida e o conhecimento também.
Pedro, mantém este blogue por ser cada vez mais necessário.
Bom trabalho.

Funes, o memorioso disse...

"liberdade está intrinsecamente ligada à democracia e vice versa."

Permito-me discordar, Maria. A democracia é só o regime do poder numérico e cego da maioria com direito a UM voto.
Georges Buescu demonstrou já que, matematicamente falando, o Festival Eurovisão da Canção, p. ex., é muito mais justo do que o normal sistema eleitoral das nossas democracias. Porque aí cada eleitor não se limita a fazer uma escolha. Faz uma seriação das suas preferências, colocando um em primeiro, outro em segundo e por aí adiante.
Pense, por exemplo, nas últimas eleições presidenciais. Será que Cavaco tinha ganho se em vez de se limitarem a escolher o seu candidato, os eleitores tivessem podia dar 5 votos ao seu candidato preferido, 4 à segunda escolha, três, à terceira e por aí fora?
Mas essa é, de facto, uma longa discussão que, reconheço, não é este (por nele sermos meros convidados)o lugar próprio para a ter.
Estou disponível para a continuar noutro lugar qualquer, a começar pelo meu blog.
Sem pressupostos nem preconceitos.

Assinado: Funes

Maria disse...

No dia em que Fidel Castro completa 80 anos, atrevo-me a transcrever, como homenagem ao Comandante, um poema que lhe foi dedicado e que segue:

Fidel

En todo el mundo, en voces de alegría se oye un nombre de Cuba que en los labios florece.
Lo alzan quienes trocaron un perenne anochece
por el radiante despertar del día.
El eco de ese nombre que entre los hombres crece
como crecen los días en la costa bravía,
es también porque orienta hacia la exacta vía
del mundo de justicia que ya en Cuba amanece.
Oligarcas del Norte odian todo hombre puro
que luche junto al pueblo en el combate duro,
como fue el de Bolívar, con Martí siempre fiel.
¡Hacer que todos vean la luz cada mañana,
y que todos vivamos en dignidad humana:
tal la heroica epopeya de Cuba con Fidel!

ÁNGEL AUGIER
Premio Nacional de Literatura

Que Viva Fidel!
Cuba vencerá!

zoltrix disse...

Creio que esse tipo de nome Espinho tem mas é uma ESPINHA atravessada na garganta: CUBA!