quinta-feira, 23 de fevereiro de 2006

Condenado pedófilo Pedro Inverno


O acórdão do processo de pedofilia conhecido por "Caso Parque", foi hoje proferido no Tribunal da Boa-Hora, em Lisboa. O pedófilo Pedro Inverno, (à esquerda na foto), considerado culpado de 53 crimes de natureza sexual, de que foram vítimas nove crianças com idades compreendidas entre os 13 e 16 anos, foi condenado a 19 anos de prisão. O pedófilo António Nogueira foi condenado a oito anos.
Inverno é o principal dos 11 arguidos do chamado ‘Processo do Parque’, que envolve, entre outros, Pedro Bustorff , Messing Ribeiro - cirurgião do Hospital Curry Cabral - e José Filipe Silva, condenados a três anos de prisão efectiva.
Ao que consta, todos os pedófilos agora condenados acalentam o mesmíssimo desejo: que os recursos que vão interpor desaguem no território favorável da 3.ª Secção do Tribunal da Relação de Lisboa. Por que será?
O Correio da Manhã elucida-nos: "ANTÓNIO SANCHES: RELAÇÃO REDUZ PENA"

"O Tribunal da Relação de Lisboa reduziu de nove para sete anos e meio de prisão a pena do ex-funcionário da Casa Pia, António Sanches, condenado em Maio passado no Tribunal da Boa-Hora por um crime de abuso sexual de crianças e dois de violação sobre dois menores. A decisão dos desembargadores da 3.ª secção da Relação – Telo Lucas (relator), Rodrigues Simão e Carlos Sousa – foi votada por unanimidade. O colectivo de juízes, que também já havia determinado a redução em dois anos da pena de João Beselga – ex-professor condenado em processo autónomo por abusar de um menor deficiente – decidiu ainda diminuir de 75 para 50 mil euros a indemnização a uma das vítimas."

2 comentários:

GR disse...

Foi com surpresa, que ouvi 19 anos de prisão, para um pedófilo!
Penso que neste momento, será uma pedra no sapato para outros casos de pedofilia!Concretamente para o processo CP.
Quem está do “lado de fora” só tem conhecimento do que lê e ouve nos órgãos de comunicação, mesmo reconhecendo que cada caso é um caso, verifica algo de muito estranho no tratamento dos processos,“Caso Parque” e o “Processo Casa Pia”! Que se arrasta, interminavelmente!
A 3.ª Secção do Tribunal da Relação de Lisboa, lembra-me o provérbio:”Quem tem amigos, não morre na cadeia”!
É verdade que o “Caso Parque”, não implica directamente a fina-flor da política, da televisão e do capital! Mas…
É verdade também que muitas coisas, não ficaram esclarecidas! E Catherine Deneuve ???
Será que ainda quem pediu recurso tem uma tábua de salvação!!!
Notava-se muito, irem para a 3ª Secção do TRL!
Despudor, sem disfarçar!
Que lata!!!
Mas como já deixaram de ter vergonha há muito!!!

GR

Sérgio Ribeiro disse...

Estas batalhas jurídicas são muito importantes... desde que acompanhadas por informação que não deixe "à solta" juizes de determinado tipo.
Este blog é imprescindível. Devia servir para avisar toda a gente. Era preciso multiplicálo!
Um abraço, Pedro