sexta-feira, 3 de fevereiro de 2006

Viva a Venezuela soberana!

Hugo Chavez expulsou da Venezuela um espião norte-americano. Logo o império, habituado à subserviência dos ocidentais sequazes, vociferou, considerando ser Chavez parecido com Hitler. É o que sucede sempre que Bush reage olhando-se ao espelho.

3 comentários:

a.castro disse...

Hugo Chávez ajudou imenso os EU aquando do Katrina, fazendo o que Bush não quis ou não pode fazer por andar a jogar golfe (para além da falta de capacidade para enfrentar a situação com recursos próprios que a tragédia denunciou).
Mais recentemente, Chávez abriu a torneira do petréleo, a metade do preço, para ajudar os sem-abrigo dos EU. Bush, em vez de ter vergonha na cara e agradecer, espia Chávez, tendo até já tentado assassiná-lo!
Moral da questão:
a) Bush e os EU apoiam todos os regimes subservientes nem que sejam ditaduras;
b) Bush e os EU repudiam, ameaçam, espiam, guerreiam todos os regimes que não "vão" pelas políticas deles, ainda que sejam regimes instalados democraticamente através do voto popular.
Para o meu "gosto", os EU são o país mais nojento do mundo!

GR disse...

Em retaliação, nesta sexta-feira, os Estados Unidos ordenaram a expulsão da diplomata venezuelana Jeny Figueiroa Frias, chefe do gabinete do embaixador nos EUA.
È a ditadura do país de Bush!

Enquanto o governo despótico de Bush esperneia.

Hugo Chávez recebeu esta quinta feira em Cuba o Prémio Internacional José Marti da UNESCO tendo-se encontrado com o líder cubano, Fidel Castro.

O galardão, criado em 1994 pela Organização das Nações Unidas para a Ciência, Educação e Cultura (Unesco) no valor de 5.000 dólares, distingue indivíduos e instituições pela sua contribuição para a unidade e integração dos países da América Latina e Caraíbas e o trabalho a favor da preservação da sua identidade, tradições culturais e valores históricos.

GR

GR disse...

Porugal cada vez menos soberano!

“Tutela estuda hipótese de mulheres portuguesas terem filhos em Badajoz” Público 7-Fev.-06

No concelho de Elvas dentro em breve, só haverá crianças espanholas! Crianças estrangeiras!
O Presidente do Conselho de Administração dos Hospitais de Portalegre e Elvas, está a fazer diligências para que se encerre a Maternidade Mariana Martins em Elvas. Obrigando as parturientes portuguesas, a darem à luz no Hospital Infanta Cristina, em Badajoz - Espanha!
Diz o dito presidente:-“ Não se tira nada à população sem lhe dar algo em troca. Pretende-se oferecer melhor serviço”.
Não se tira nada???
Tira-se a pátria! Não é nada?
Tira-se a bandeira! Não é nada?
Admite-se que as crianças de Elvas, comecem a nascer no estrangeiro?
Sim caro senhor, Espanha não é Portugal!
Os espanhóis, sempre o souberam, menos o vassalo de sua majestade. Não sei se neste momento é “nosso” ou “deles”, refiro-me ao Engº Sócrates!
Já não bastou que milhares de filhos de portugueses, tivessem nascido no estrangeiro? Carregam num BI uma naturalidade, tantas vezes desconhecida (por eles próprios)!
O fascismo, foi derrubado há 31 anos!!!
Quantas mães foram por várias razões, obrigadas a emigrar?
Porque razão, não propõe às espanholas para virem a Elvas terem os filhos? Sim, a Portugal!
Sabe? Os espanhóis têm mais dignidade que qualquer membro do governo português!
O que os Filipes não conseguiram, o PS pela mão do “republicano” Sócrates, hoje oferece-lhes de mão beijada!!!
Um dia as crianças de hoje, serão adultos amanhã!
Com toda a legitimidade dirão

«Sólo hay una cosa más grande que el amor a la libertad, el odio a quien te la quita»
Che Guevara

GR