segunda-feira, 16 de outubro de 2006

Mais uma vitória!

Tinha eu acabado de agradecer o apoio recebido pelo post anterior, quando, ao consultar o blogue do Dr. José Maria Martins, soube da boa nova, que transcrevo feliz:


"Segunda-feira, Outubro 16, 2006
Do Portugal Profundo
Fez-se Justiça ao nosso amigo Prof. António Balbino Caldeira

Este post é só para amigos nossos e para nossos amigos.

Por um mero acaso tive a honra de ser solicitado pelo nosso amigo Prof. António Caldeira para o defender no Tribunal de Alcobaça.

Eu até era testemunha, abonatória, mas acabei por ser advogado dele.

Foi absolvido.

O Mº Pº recorreu para o Tribunal da Relação de Coimbra.

Agora o Tribunal da Relação de Coimbra negou provimento ao recurso do Mº Pº e absolveu, definitivamente, o nosso amigo Prof. António Caldeira.

A Mª Juiz que absolveu o Prof. António Caldeira, apesar de jovem esteve muito bem. Mesmo quando houve algum conflito comigo esteve bem. Foi uma senhora magistrada. Quis e fez justiça.

Agora o Tribunal da Relação de Coimbra deu-lhe e deu-nos razão. Não havia qualquer crime.

É com decisões destas - aliás muito bem fundamentadas - serenas, calmas, cheias de razão e prudência , que nós temos razão para lutar pela democracia e pelas liberdades e direitos humanos.

Triunfou a Justiça."


2 comentários:

GR disse...

Depois de uma reunião, espreito sempre alguns blog’s, mesmo sendo horas tardias.
Foi uma surpresa, ter entrado “Do Portugal Profundo”, corri para aqui, outra surpresa!
Senti algo que há muito, já não sentia! Uma felicidade colectiva!
Quem me dera gritar bem alto: Fez-se JUSTIÇA!
António Balbino Caldeira, não esquecerá os tormentos, a angustia que o obrigaram a passar, assim como à sua família. Porém, nunca vacilou, é um homem de CORAGEM! Nem sempre estou de acordo com o que dizem no seu blog, apesar de haver total Liberdade de Expressão, mas estive e estou incondicionalmente com a sua Luta!
Parabéns Pedro, pela luta que encetaste, sempre defendendo a Verdade e pelo magnifico advogado que és!
Estou muito feliz, pelo António B.Caldeira, por ti, pela Liberdade, pela Democracia!
Hoje a Justiça Venceu!

VALE A PENA LUTAR!

Antonio Balbino Caldeira disse...

Uma esperança ainda na independência do poder judicial... Veremos as cenas dos próximos capítulos.

A confirmação da absolvição conforta a luta pela defesa das crianças abusadas, pela igualdade dos homens perante a justiça, pela liberdade de expressão e pela democracia real. Não abrandamos, Pedro. Apenas, prosseguimos.

Obrigado pela tua solidariedade, coragem e persistência.