terça-feira, 3 de outubro de 2006

PERITO ATESTA CREDIBILIDADE DAS VÍTIMAS

DO "Correio da Manhã":
"António Mendes Pedro, perito do Instituto Nacional de Medicina Legal que realizou as perícias às vítimas de abusos sexuais menores de 16 anos, atestou ontem em Tribunal a credibilidade dos jovens e defendeu também a sua capacidade para testemunharem em julgamento. “É mais fácil omitir [abusos] do que inventar. Um jovem abusado não fala da mesma maneira que outro que está a inventar, porque um está a falar de uma experiência vivida e o outro está a falar de coisas mais ou menos racionais”, disse o perito à saída do Tribunal.
Questionado sobre a repetição dos testes psicológicos, Mendes Pedro afirmou: “As perícias que fizemos reúnem as condições suficientes.” O professor do ISPA, convidado para participar nos exames das vítimas de abusos na Casa Pia, explicou ainda que a avaliação da coerência do testemunho dos jovens é feita “a partir do próprio testemunho, das atitudes que acompanham o depoimento, das manifestações corporais e também de outros sintomas”, incluindo as “perturbações psicológicas”.

2 comentários:

Jardim do Arraial disse...

Caro Pedro:

Gostava que lê-se este meu texto e me dissesse se vê estas mudanças da mesma maneira que eu:

http://jardimdoarraial.blogspot.com/2006/09/esto-pedi-las.html

GR disse...

As manifestações corporais poderão ou não, ter cura!
A doença física, poderá ser curada, tratada, oculta ao jovem ou adulto que a tem. Deixando aos cuidados médicos a responsabilidade do seu melhor restabelecimento.
As perturbações psicológicas, mesmo com excelentes técnicos de saúde, não acredito que sarem, ficam escondidas! Aparecendo como fantasmas silenciosos, devorando, desgastando, agoniando o cérebro.
Como podemos esquecer, absolver os Monstros que abusaram destas crianças, roubando-lhes o direito de um dia serem felizes!
Como podemos perdoar às pérfidas mentes que apoiam os pedófilos!
Ninguém quer vingança!
Exige-se que haja Justiça!

GR