terça-feira, 16 de janeiro de 2007

O fascista Pedro Dias



Segundo o Correio da Manhã de hoje, o Prof. Dr. Pedro Dias, entende que “Álvaro Cunhal não deveria figurar na lista dos dez ‘Grandes Portugueses’, programa da RTP 1 apresentado por Maria Elisa”.

Desse considerando apatetado não haveria nada a dizer. Até porque o sujeito, militante do PSD, é bem conhecido. Quando, em 2004, foi nomeado director da Torre do Tombo – é verdade, no Portugal de Abril os fascistas podem desempenhar funções públicas! – declarou boçal: “os intelectuais quando não são de esquerda ou não têm outras características têm grande dificuldade. Sendo de Direita e heterossexual, tive grande dificuldade».

Sucede, porém, que o jornal adianta que Pedro Dias, “professor da Universidade de Coimbra e ex-director da Torre do Tombo”, decidiu, cobarde, injuriar a memória de Álvaro Cunhal, acusando-o de ter sido “um agente estrangeiro ao serviço de uma potência estrangeira para transformar Portugal numa colónia.”

Este canalha sabe bem que mente com quantos dentes tem. Mas, acoitado no clima de impunidade que grassa no país, vomita a mentira que a PIDE, de que é devoto defensor, lhe inoculou durante décadas.

Quem protege os alunos destes idiotas?

4 comentários:

GR disse...

É difícil não nos revoltarmos, com a demência cega do ódio aos comunistas.
Já não há pudor!
Um fulano que é prof. da Universidades mais prestigiadas do país, ter responsabilidade política, ter sido director da Torre do Tombo, atreve-se a fazer considerações tão graves, a um dos homens com maior notabilidade a nível mundial!
Como foi possível confiar a “chave” onde está depositado o maior arquivo histórico da PIDE, a um fulano de extrema-direita? Pois eu não lhe confiava um saco de lixo, quanto mais jovens que estudam para terem formação. Com um prof. sem o mínimo de ética?
O fulano é pequeno em tudo, no pensar, no estar e no ser! Até onde escreve (virtualmente) podemos concluir que não passa de(mais) um crápula oportunista.

GR

GR disse...

SOBRE A VOTAÇÃO

Já tinha lido alguma coisa no Avante sobre este programa.
Como (há muito) não vejo Tv., não me apercebi da importância e da polémica que estão a dar à “votação”.
Penso que na conjuntura política actual, um tipo de programas deste tipo, não é muito benéfico!
Mas alguém terá dúvidas da força e valor humano do camarada Álvaro Cunhal que aparece no meio de outros nomes?
Álvaro Cunhal é, para quem for honesto, mesmo que não partilhe dos seus ideias políticos;
Homem notável, reconhecido a nível mundial.
Inteligentíssimo. Grande pintor, desenhador, escritor, excelente tradutor, um exímio político, estudioso, poliglota, grande orador, excelente comunicador.
Mas sobretudo Álvaro Cunhal também foi;
Um Resistente Comunista de grande verticalidade, total coerência, de uma honestidade incomparável, de uma coragem rara, com uma sensibilidade invulgar, sempre solidário. Qualidades raríssimas, num dos maiores políticos de todos os tempos!
Um Homem que durante mais de 11 anos na prisão, no tormento das torturas, nos duros anos da clandestinidade, no amargo e longo exílio, não deixou de acreditar lutando com toda a convicção na justiça social, num mundo melhor e mais igual, na Liberdade dos Povos.

GR

Sérgio Ribeiro disse...

Esta é antológica!
O Exmo. Senhor Professor Doutor Pedro Dias é uma besta. Má.
Mas safa-se bem, apesar de ser de direita (da extrema) e, ao que diz, heterossexual.

Como vão as coisas, Pedro?
Um grande abraço

Maria disse...

às vezes ainda me aparvalho com isto... com este tipo de coisas...

Além de todos os adjectivos já enunciados este homem não é inteligente. Se fosse, estava calado!
Como dizia o poeta que nos deixou há 23 anos, este homem é "um filho da puta, é um fascista!"