sexta-feira, 23 de setembro de 2005


Almeida Garrett

“E eu pergunto aos economistas políticos, aos moralistas, se já calcularam o número de indivíduos que é forçoso condenar a miséria, ao trabalho desproporcionado, à desmoralização, à infâmia, à ignorância crapulosa, à desgraça invencível, à penúria absoluta, para produzir um rico?”
Almeida Garrett, in 'Viagens na minha Terra'

1 comentário:

GR disse...

1846 - 2005
Ontem como hoje, a mesma questão!
Até quando!

GR