terça-feira, 17 de junho de 2008

Os vigaristas confessam-se!

Que a generalidade dos dirigentes europeus são vigaristas do pior quilate, já o sabíamos. Não espanta assim o conto do vigário que, a propósito da derrota monumental que sofreram na Irlanda, desfiam em uníssono.
A tentativa é fazer com que acreditemos que o referendo não teve valor vinculativo e que, a exemplo das vigarices que com outros povos fizeram, a seu tempo tudo será corrigido. Quer dizer, os abutres assumem que nem a democracia formal respeitam quando os seus interesses são colocados em causa. Por isso, mal possam, vão fazer com que o não agora expresso se transforme num conveniente sim.
Por mim, fico sempre feliz quando a União se alarga em número de países. Quantos mais povos enganados, maior será a probabilidade de a construção europeia neoliberal implodir. E a cada derrota dos europeístas - vulgo charlatães endinheirados -vibro de felicidade.
A União Europeia é, desde o seu início, um monumental embuste. Criada com o único objectivo de lutar contra o comunismo, desde cedo assentou os seus alicerces na mentira e na chantagem. País e povo que não aceitassem o capitalismo não poderiam ser beneficiados com os milhões que permitiram a reconstrução no pós-guerra.
Desde então, e através do que o charlatão-mor apelidou de "política dos pequenos passos", têm sido servidas gradual e sucessivamente, doses de veneno federalista, que transformando a União numa federação de estados, cumpra o designío dos grandes senhores.
Tudo feito sem que o povo se possa pronunciar. Tudo realizado sob coacção e chantagem. Ainda agora, sob a ressaca do não, os tais europeístas se apressaram a exigir a expulsão do prevaricador do clube europeu.
Cambada de miseráveis.

7 comentários:

O Viriato disse...

Já nos roubaram a história, a moeda, a consciência ou espírito nacional, aprestam-se a roubar-nos o quinhão de soberania que nos resta. TUDO NAS COSTAS DO POVO,PELA CALADA DA NOITE, DE FORMA CLANDESTNA, À SOCAPA.
Usam o futebol como cortina de fumo, paga a imprensa para falar do que querem e calar o que desagrada... MAALLDDIÇÇÃÃOO.

Com vénia, respeito e cada vez mais amizade blogueira

Fernando Samuel disse...

Cambada de miseráveis?: cambada de... democratas, se faz favor...

Abraço amigo.

MFerrer disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
GR disse...

A Europa regesse por uma perigosa ditadura consentida.
Que sirva de exemplo para todos os europeus esta vergonhosa situação.

Excelente post.

GR

Sal disse...

"A União Europeia é, desde o seu início, um monumental embuste. Criada com o único objectivo de lutar contra o comunismo". Exactamente.

Está tudo dito.
Com efeito, essa verdade é cada vez mais verdadeira.

bjs

fotógrafa disse...

Porque o nosso pensamento quer...mudar este Portugal...

Um fds cheio de calor,alegria e harmonia…

A ave corre feliz pelo ar,
O pensamento corre veloz pelo firmamento,
Vôo igual, mas diferente,
Vôo tranquilo e feliz!
Pois tudo ela faz por amor,
E o nosso pensamento porque quiz!!!

(Euzinha)

MFerrer disse...

Agora já percebo as conotações sexuais. Tu és o tal...
Pena!
E o que dizes a isto?
"Pancadaria também não faltou no Zimbabué onde Mugabe, um velho amigo do envergonhado Jerónimo de Sousa, meteu a democracia na linha e fez-se eleger rapidamente pois desta vez não houve atrasos na contagem dos votos. Tudo é mais fácil quando se contam os votos de um candidato único e os eleitores que não exibem o dedo roxo como prova de que votaram levam uma carga de porrada. É aquilo a que se chama uma democracia perfeita, o sonho de gente como o Bernardino Soares e o avô do Boca Doce, que ao mesmo tempo que imagina abris com candidatos únicos vai tentando convencer a juventude a aderir ao sonho propondo a despenalização do consumo de drogas". In o Jumento!
MFerrer