segunda-feira, 9 de junho de 2008

O sócratino zangou-se

Segundo a imprensa, um tal Trindade, alegadamente sindicalista, abandonou a manifestação do passado dia 5, incomodado com a exigência de demissão do governo. E com razão! É inadmissível que 250 mil manifestantes - perdão, 249 999 - possam mais do que um esforçado mas pouco convincente sócretino. E ainda o rapaz não conhece o poema de Brecht. Senão estou certo que berraria a exigência de mudança de povo

3 comentários:

GR disse...

Na realidade esse “------“ colocar o nome mediante o poder de imaginação, não gostou de ouvir as verdades.
Não tenho pena que o dito se tenha retirado, irrita-me que gentalha daquela tenha ido.
Pois lá só estavam mais de 250 000 pessoas de bem.

GR

Fernando Samuel disse...

Para aquele Trindade, pelos vistos, este governo deve continuar... a bem dos trabalhadores...

Antuã disse...

Haverá sempre alguém a ficar pelo caminho!...