terça-feira, 15 de julho de 2008

A CORJA

O governo de Sócrates é uma excrescência, um aglomerado de trapaceiros políticos, uma mentira permanente, uma corja de cobardes de peito inchado contra os trabalhadores, mas subserviente e de cócoras ante o patronato.

Não formam um governo, são um bando. Chusma miserável sempre pronta a rosnar contra os que produzem riqueza. O único propósito que têm é destruir o que resta do que Abril possibilitou. Agora é o direito a férias. Se os deixarem hão-de colocar-nos nas galés.

Que quem elegeu estes dejectos tenha consciência do atoleiro em que nos colocou. Eles não governam, destroem. Não há uma única coisa que tenham feito em prol dos trabalhadores que os elegeram. Com o socialismo na lapela, não passam de malfeitores ao serviço da CIP, da CAP e da CCP.

E claro, da CIA, que os premeia permanentemente desde que apadrinhou o Mário Soares logo em Abril de 1974.

3 comentários:

Anónimo disse...

puxa esta é forte!

GR disse...

Depois deste esclarecimento político lúcido e frontal, que mais posso dizer?
Enviar este post (devidamente identificado), consciencializado que ainda tem dúvidas.

GR

SENSEI disse...

NEM MAIS, ACREDITA QUE SÃO MESMO UMA CORJA DO PIORIO.